Diretor AMILCAR M. CLARO

Amílcar00001000(Smila-recortada)

 

currículo resumido e premiação

 Formado em Cinema pela Escola de Comunicações e Artes da USP, prosseguiu com seus estudos cinematográficos na UCLA e na SFAI, ambas universidades americanas, ocasiões em que também atuou profissionalmente e realizou estágios nos grandes estúdios.  Roteirista, documentarista, diretor e produtor, participou da realização de 68 filmes, destacando-se por sua colaboração em produções marcantes como “O Beijo da Mulher Aranha”, de Hector Babenco, “Sonho de Valsa”, de Ana Carolina, “Além da Paixão”, de Bruno Barreto e, entre outros, de cinco dos onze longas-metragens de Roberto Santos, de quem foi aluno, assistente e co-roteirista e a quem homenageou com o documentário “Roberto” –recebendo por este filme diversos prêmios, entre eles, os da Crítica e Especial do Júri no Festival de Brasília.  Nesse mesmo festival, ganhou o prêmio de Melhor Roteiro pelo documentário “Mulheres da Terra”, de Marlene França.  Seus argumentos “Tríade” e “Fênix”, para filmes de longa metragem, receberam o Prêmio Estímulo da Secretaria da Cultura-SP.  Na área empresarial, os trabalhos que dirigiu para Mikson-Unibanco receberam o prêmio Marketing Best.  Seu curta “Náufrago”, realizado através do Prêmio LINC da Secretaria da Cultura de São Paulo, recebeu 22 premiações nacionais e internacionais, dentre elas, as de Melhor Filme em Santiago, no Chile, em Huesca, na Espanha, em Cuiabá, no Mato Grosso e em São Luís, no Maranhão, este pela OCIC; as de Melhor Direção no  Recife e Rio de Janeiro; de Melhor Ator em Santiago, no Recife e no Rio de Janeiro; e de Melhor Fotografia em Santiago do Chile, em Brasília, DF, e em Salvador, BA.  Realizou oficinas de cinema nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Santos, Fortaleza, Curitiba, Florianópolis e Cuiabá.  Para a Televisão, dirigiu e produziu as séries “O Teatro Segundo Antunes Filho”, em seis capítulos, “Teatro e Circunstância”, em 27 capítulos, “Mirada”, em 5 capítulos, além do longa metragem “Hygiene”, todos para o SESCTV, canal a cabo Sky-Net, emissora para qual dirigiu também programas “O Mundo da Arte” e “Documentário”. Realizou ainda como diretor a série documental em 13 capítulos, “Parcerias de Sucesso”, para a TV Futura; o documentário “Atibaia de Congos e Moçambiques”, para o Festival de Cinema de Atibaia; e a temporada de 25 capítulos do “Telecurso-2000+10”, sobre artes, para a Fundação Roberto Marinho e GW.

 Anteriormente, ainda para TV, dirigiu a série “Curitiba, Eu Gosto” e co-redigiu a novela “Pão-pão, Beijo-beijo”, ambas para a TV Globo; e “Ex-Caminhos de Roberto Santos”, para o Matéria Assinada, da TV Cultura.

Realizou recentemente as filmagens do longa-metragem de ficção, em película, “Tríade-Galeria de Espelhos”, do qual é roteirista, diretor e produtor.   Busca recursos agora para a realização dos documentários de longa metragem “Ziembinski no Brasil” (em co-produção com a Polônia) e “Antunes e o Teatro”, para cinema e TV.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s